Sem categoria

Como começar a investir?

Uma dúvida sempre surge quando começamos a juntar um
dinheirinho, como começar? Vem junto com: com quanto devo começar? Bom, as duas
perguntas tem a mesma resposta: Depende. Qual é o seu objetivo?
Então hoje você deve definir o que quer.

Defina qual será o
seu objetivo com o investimento, comprar uma casa? Um carro novo? Simplesmente
juntar uma soma e viver com os rendimentos? Parar de trabalhar e curtir a vida?
Ter uma renda alta quando se aposentar?

Cada um tem o seu objetivo, comprar uma empresa, montar um
negócio, complementar a renda e para outros estas são metas, que levam ao
objetivo principal: Ser Rico!
Então depois de definir seu objetivo, liste o valor médio do
seu objetivo e o horizonte (prazo) para consegui-lo: Cinco anos? Dez anos?
Vinte anos? Interessante notar que ficamos um pouco mais sábios conforme
chegamos mais perto do objetivo, pois sua sabedoria financeira vai aumentando,
por exemplo, você está suando para juntar o dinheiro para aquele carro, um Camaro
para sair com a namorada, depois de 5 anos você consegue 200 mil e pensa: “Será
que vale a pena gastar 200 mil nesse carro? E se eu comprar um outro carro por
R$ 60 mil e guardar os outros 140 mil numa aplicação de renda fixa ou ações e
obter um rendimento de 10% ao ano, não vou ter um efeito melhor?”
Poucos carros podem superar a sensação de dirigir um Camaro,
mas o Brasil não tem estradas ou limite de velocidade para você acelerar um
carro desses plenamente, e quando precisar levar mais duas ou 3 pessoas, não
conte com ele. Em termos de conforto aos ocupantes extra, prefira um Sedã, no
caso do exemplo. Pessoalmente, compraria um SUV ao invés do Camaro, mas fica a
critério… Porém o racional é: seja simplista, minimalista, abra mão de 200
mil hoje para ter R$ 1 milhão amanhã.
Esse mesmo pensamento vem quando você poupa para uma casa
nova “preciso mesmo de uma casa desse tamanho?” Você terá mais sabedoria na
hora de gastar o dinheiro que tanto suou para juntar.
Então quando começar?
Simples, assim que definido seu objetivo, você precisa ver o
valor e o período que precisa para concretizar esse objetivo. Por fim a taxa de
rendimento necessária deve ser calculada de forma a preservar o capital, por
exemplo, preciso de um carro de R$ 60 mil e tenho 5 anos para consegui-lo. Se
você começar com 10% do valor, ou R$ 6 mil e aplicar mensalmente R$ 600 com
rendimento mensal de 1% você consegue R$ 59.900 em 60 meses ou 5 anos.
Para ter 1% de rendimento você pode colocar os valores em um
título público, se tiver maior apetite a risco, em ações de empresas que pagam
dividendos tradicionalmente, como elétricas e outras concessionárias, etc. Mas
tenha em mente que ações podem não ter o rendimento esperado ou pode superar as
expectativas, esse é o risco.
Fazendo mais um exemplo, antes que pense que quero te vender
um carro, se for comprar uma casa. Quero uma casa de R$ 1 milhão em 20 anos.
Tenho R$ 10 mil e aplico mensalmente R$ 1 mil em uma aplicação com o mesmo
rendimento do caso anterior e chego a R$ 1,1 milhão no período.
Caso eu queira uma fortuna de R$ 10 milhões quando me
aposentar daqui a 30 anos, e possa viver com os rendimentos desse dinheiro,
juntei R$ 100 mil reais para isso e vou poupar R$ 2 mil e conseguirei R$ 10,6
milhões no fim de 30 anos. Incrível não? Se o comprador do carro acima
mantivesse o investimento durante os mesmos 30 anos, teria R$ 2,3 milhões. O da
casa, pelo mesmo período, R$ 3,85 milhões.
Quer mais? Se o comprador do carro quisesse gastar R$ 60 mil
para comprar um veículo após esses 30 anos, utilizaria o rendimento de 3 meses
do seu investimento. O Homem da casa compraria em 30 meses de rendimento. Caso
o aposentado acima decidisse trabalhar por mais alguns anos e contribuísse para
seu fundo conseguiria o seguinte:
35 anos: R$ 19,4 Milhões
40 anos: R$ 35,4 Milhões
45 anos: R$ 64,5 Milhões
50 anos: R$ 117,3 Milhões
Mais do que isso…simplesmente pare de trabalhar e vai curtir a vida!
E com quanto começar?
Depende, como eu listei acima, diferentes valores iniciais
produzem diferentes resultados (Óbvio que quanto antes começar melhor), mas se
para juntar R$ 10 mil você leva um ano, juntando R$ 1 mil/mês, pense em começar
agora que você vai conseguir um resultado melhor. Exemplo: Juntando R$ 1 mil
por mês você consegue:
5 anos: R$ 81 mil
10 anos: R$ 230 mil
20 anos: R$ 989 mil
30 anos: R$ 3,5 milhões
40 anos: R$ 11,8 milhões
50 anos: R$ 39 milhões
Com um rendimento de 1% ao mês! Se você tivesse um
rendimento de 20% a ano com investimentos, em 50 anos, chegaria a R$ 550
milhões!
Conclusão: Para começar basta saber aonde você quer chegar.
Comece com pouco como a maioria, enriqueça com consistência, e saiba que
somente o fato de estar ganhando dinheiro com juros te põe entre os ricos
financeiramente e te diferencia dos que pagam juros. Seja você também um CREDOR
e não um DEVEDOR.

Tenha isso em mente:
“Um grande homem não necessariamente constrói grandes coisas, mas a soma de
pequenas coisas o faz grande.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *