Sem categoria

Ganhando Dinheiro com Renda Fixa

A Renda Fixa, como o próprio nome diz é um tipo de investimento no qual o ganho é conhecido no momento da contratação, o que elimina o risco de queda no rendimento.

Mas será que a renda fixa é fixa mesmo? Tem risco? Quais risco você corre investindo?

Sem querer parecer pretensioso, acredito que certos aspectos tratados aqui são imprescindíveis para o sucesso em um investimento em renda fixa. Não quero dizer que o que eu vou dizer aqui é tudo o que você precisa para ganhar dinheiro, mas vou adiantar muito a sua vida em conhecer a renda fixa e começar a ganhar dinheiro já!

1 – Renda Fixa é Fixa mesmo?


Depende, alguns títulos podem ser fixados a índices como o CDI (Certificado de Depósito Interbancário, que praticamente acompanha a SELIC e é referência para a maioria dos títulos privados), alguns títulos do Tesouro são fixados à inflação e a índices oficiais, como o IPCA. Alguns também são fixados em relação à SELIC. Então Isso significa o seguinte: se o seu título está vinculado a uma taxa variável, logicamente ele vi acompanhar essa variação, para mais ou a menos, e isso impacta o valor a mercado dos seus títulos, ou seja, o valor dos seus títulos se você for vender nesse momento.

2 – Quais são os riscos da renda fixa?

A renda fixa é considerada um investimento de baixo risco, porém, dependendo do título ele pode carregar riscos diferentes relativos à instituição que o emitiu. Por exemplo, em tese os títulos da dívida pública (tesouro direto) são os mais seguros do país, porém alguns CDBs de bancos grandes (Itaú, Bradesco e BB, por exemplo) apresentam níveis de risco semelhantes ao do governo, por apresentarem um risco mínimo de falência. Já os CDBs de bancos pequenos e médios são mais arriscados, devido a possibilidade de insolvência dessas instituições.

Ainda, não podemos esquecer que alguns investimentos em renda fixa são garantidos pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito) até R$ 250 mil por CPF. Tal garantia porém, não significa que você receberá o dinheiro assim que for requerido, há todo um processo e o recebimento pode demorar alguns dias.


3 – Quanto Investir?


Basicamente, praticamente qualquer valor pode ser investido em renda fixa. Desde que o tesouro permitiu a compra de parcelas de títulos de baixos valores, o investimento mínimo é de R$ 30,00. Então, basta você saber quanto estará disposto a investir e aplicar.


4 – Qual título eu escolho?


A escolha depende muito. Há diferentes tipos de investimento além dos já citados, Tesouro e CDB, como por exemplo, LCI, LCA, LC, Debêntures, Debêntures Especiais (como as de infraestrutura que são incentivadas com isenção de IR). Cada tipo de investimento tem a sua particularidade.

Recomendo hoje, uma alocação principal em títulos públicos pós-fixados, como Tesouro SELIC e Tesouro IPCA, que garantem um bom rendimento no cenário atual, que é de expectativa de alta dos juros, sendo uma ótima opção para garantir um excelente retorno com baixo risco na atual conjuntura econômica. Cerca de 50% do seu portfólio é uma boa porcentagem, porém pode ser até 100%, fica a seu critério. O restante pode ser alocado em CDBs caso queira diversificar. Não recomendo hoje LCI e LCA porque elas estão escassas e a rentabilidade é ligeiramente superior a outras aplicações, embora possuam risco muito superior.

Uma recomendação para não esquecer: a tabela de IR é regressiva, ou seja, quanto mais tempo você permanecer no título, menor a alíquota que você paga, sendo o máximo 22,5% e o mínimo 15%.


5 – Onde posso investir?


Existem corretoras que cobram pequenas taxas para investimentos no tesouro direto, tendo pelo menos uma que não cobra taxa. Por não receber nada pela propaganda gratuita, não vou dizer a corretora, porém, no site do tesouro você encontra as corretoras com suas respectivas taxas de administração, não importa a escolha, mas prefira as com menor taxa, pois o risco é baixo e o dinheiro que a corretora ganha com administração é praticamente gratuito, visto que ela não precisa fazer nada com seu título.

Espero que o artigo tenha ajudado a elucidar certas dúvidas, se você tiver alguma pergunta, sugestão, elogio ou reclamação, não deixe de entrar em contato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *