Mercado financeiro

Porque a queda de Itaú me chateia?

Itaú

Itaú é um dos maiores bancos do país, o maior privado do hemisfério sul, exemplo de solidez, administração e principalmente, rentabilidade.

E porque Itaú caiu dessa maneira?

Simples, o nosso querido e muitas vezes irracional mercado financeiro não é perfeito e nem mesmo eficiente. Devido a previsões do banco, que estão pessimistas em um momento ruim da economia, o mercado avalia errado as expectativas da instituição.

Pessoalmente, considero que a queda é uma oportunidade de compra, principalmente porque a previsão é uma forma de ver qual será o desempenho da instituição no ano. Então eu prefiro ver o pessimismo dos outros com meu otimismo e comprar mais ação de um ótimo banco.

Mas e a minha recomendação de Itaúsa? A principal posição acionária da empresa é em Itaú, e em consequência, seu desempenho acompanha o do banco. Porém, considero que a empresa é uma forma mais acessível de se expor a Itaú, e acho que a recomendação permanece. Pretendo, pessoalmente inclusive, comprar o máximo de ações possível para ganhar com um possível movimento de alta no médio prazo.

Não vejo o banco, porém, como uma instituição barata. Acho que ele é um banco que sobe por ser excelente acima dos demais e por isso, penso que quando ele tem bons resultados isso deve se traduzir em melhores preços no mercado. O Itaú tem vantagens, como escala e exposição a mercados internacionais que no contexto atual favorecem muito o desempenho da instituição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *