CriptomoedasEnriquecendo

Enriquecendo com criptomoedas

Enriquecendo com criptomoedas

Enriquecendo com criptomoedas

Muito se fala sobre as criptomoedas e blockchain ultimamente, principalmente após o enorme boom das criptomoedas em 2017. Mas será que tudo isso é mentira ou dá para enriquecer com criptomoedas?

O Bitcoin

Tudo começou com uma única criptomoeda , o bitcoin. A partir dele saíram outras moedas no passado mais recente. porém ainda restritas a um seleto público. Junto ao bitcoin surgiu uma tecnologia ainda mais interessante, o blockchain.

O Bitcoin nada mais é do que uma moeda programada para ser minerada por computadores que sustentam as transações da rede; dessa forma todas as transações são registradas em uma espécie de livro-caixa, o blockchain. Essa moeda virtual poderia ser utilizada em qualquer serviço que a aceitasse, embora no princípio tenha sido muito pequena a sua aceitação.

Com o tempo a moeda foi ganhando popularidade e mais serviços passaram a aceitá-la; assim o bitcoin se tornou uma ativo financeiro de grande euforia.

Volatilidade

O bitcoin é uma moeda extremamente volátil, ou seja seus preços mudam muito constantemente; assim, não pode ser considerada uma reserva de valor, como o ouro, por exemplo. Apesar das variações constantes no preço do ouro, essas variações são ínfimas se comparadas às do bitcoin.

Houve vários “crashes” no preço do bitcoin durante sua história, em que os preços subiram vertiginosamente e caíram em igual proporção um tempo depois. Quem suportou todas essas crises e conseguiu comprar a moeda em baixa e vendeu na alta ficou rico. Mas a maioria das pessoas comprou na alta e vendeu em pânico após as enormes quedas de preço da moeda.

Nesse caso o bitcoin se tornou uma forma de moeda especulativa por muito tempo, visto que seu valor não se mantém sem enormes variações.

A principal idéia do bitcoin, no entanto, é ser uma moeda descentralizada, ou seja, livre de interferência de bancos centrais; seguindo esse ideal, a tecnologia mais interessante é o blockchain.

O Blockchain

O Blockchain é a tecnologia que permite o registro de transações em uma rede de criptomoedas. Em tradução literal significa “cadeia de blocos” ou “corrente de blocos”, visto que é uma sucessão de blocos de informação com as novas transações do sistema.

Esse método de autenticação é muito difícil de fraudar, já que os computadores da rede registram as informações e autenticam uns aos outros, como uma “corrente de contabilidade”. Dessa forma as transações do bitcoin hoje são praticamente impossíveis de fraudar, já que demandaria uma quantidade computacional surreal para seu sucesso. Essa tecnologia desperta interesse de grandes instituições para sua implantação.

Altcoins

Na esteira do bitcoin, temos as altcoins, ou alternative coins (moedas alternativas). As altcoins nasceram na busca por criar uma moeda “perfeita”, que consertassem certas falhas do bitcoin ou permitissem um espectro mais amplo de transações.

Uma das mais conhecidas altcoins é o Litecoin (LTC), planejado para ser um “irmão mais novo do bitcoin” ou “prata digital”. Outras criptomoedas muito conhecidas são Ether, que permite a criação de contratos inteligentes , Monero e Ripple.

Tokens

Os tokens são plataformas digitais desenvolvidas usando contratos inteligentes de outras moedas como o Ether. Há milhares de tokens sendo negociados nas exchanges globais, cada qual com seu projeto atrelado.

Alguns tokens ainda são negociados apesar do fracasso ou fim de seus projetos, o que dificulta qualquer análise. Os tokens apresentam menor transparência em seu desenvolvimento e isso é um ponto negativo dos projetos. O investimento em tokens é desaconselhável se o projeto não for conduzido por uma equipe experiente e confiável.

O Lançamento de tokens ou criptomoedas é feito a partir de ICO’s ou ofertas iniciais de moedas.

ICO

Há muitos ICO’s sendo oferecidos e em breve eu farei uma análise detalhada dos que mais me interesso. A grande vantagem do token é que você pode literalmente ficar rico com um investimento em uma empresa. Porém com o alto risco você também pode perder seu valor investido.

Recomendação

O Bitcoin ainda é uma moeda atraente e é a mais segura de se investir no universo de criptomoedas. O ethereum e o monero também são excelentes opções. Mas visto que as outras moedas geralmente acompanham os movimentos de alta do bitcoin, esta é a mais segura de se investir. Uma alternativa é diversificar os investimentos mantendo a metade dos seus investimentos em cripto atrelados ao Bitcoin.

Em breve farei um post sobre os tokens que mais me agradam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *