EnriquecendoSem categoriaSocorro financeiro

Os 7 Pecados das Finanças (Parte 3)

Os 7 Pecados das finanças

Nesse post vamos continuar com os 7 pecados das finanças. Vamos falar dos últimos 3 pecados que você não deve cometer.

Pecado n° 5: Nunca usar falhas como desculpas.

Somos seres humanos. E como seres humanos nós erramos, e erramos muito. Porém, nossas falhas não devem ser usadas como muletas para justificar nosso mau desempenho.

Reconhecer erros e tentar corrigí-los são atitudes corretas e devem sempre ser procuradas. Gastos desnecessários, investimentos equivocados, atitudes incorretas, falta de conhecimento, entre outras são falhas comuns que as pessoas cometem. Mas a gestão de seu patrimônio exige que você saiba o que está fazendo para não só multiplicar seu capital, como para protegê-lo.

Pecado n° 6: Usar todo o seu tempo livre em entretenimento.

Todos nós adoramos o descanso, desejamos ter tempo para o lazer e outras atividades. Porém, temos que ter a consciência que o tempo de trabalho deve ser utilizado para o trabalho. Evite procrastinar, porque esse é um dos maiores erros das pessoas.

Buscar a eficiência por meio do planejamento correto do tempo é a melhor coisa que você pode fazer pela sua vida financeira. Ver TV, netflix, jogar videogame, praticar alguma atividade como futebol fazem bem para a nossa saúde. Cada atividade de entretenimento pode te ajudar a esquecer seus problemas e o stress do dia a dia.

Mas cada uma das atividades que você exerce devem ser usadas apenas para recompensá-lo por um dia proveitoso de trabalho. Senão, você estará recompensando o seu cérebro por ser preguiçoso, o que é extremamente perigoso para a sua vida.

Pecado n° 7: Medo de trabalhar duro e assumir riscos.

Poucas pessoas toleram riscos, mas na história os grandes homens foram aqueles que enfrentaram os maiores riscos e venceram. Obviamente, não estou dizendo que você deve enfrentar todo e qualquer perigo existente, nesse caso, é irresponsabilidade. Porém, você não deve ter medo de assumir riscos, desde que saiba que possa transplantá-los.

Não tente escalar o Everest se você não consegue subir uma ladeira. Calcular os seus riscos e as recompensas é a melhor forma de decidir se tomar tal decisão valerá a pena.

Outra coisa que muitas pessoas não gostam ou tem medo é de trabalhar duro. Não estou falando em vício em trabalho, ou workaholic, mas ser alguém que está disposto a fazer grandes sacrifícios pelo futuro. Se você se dedicar a trabalhar mais e melhor pelo seu negócio, pela sua profissão, etc. Você tenderá a realizar grandes coisas e terá recompensas tão boas quanto.

Esses são os 7 pecados das finanças. Procure não cometê-los e poderá não só proteger o seu patrimônio, como fazê-lo se desenvolver. Se você não viu as partes anteriores, clique abaixo:

Os 7 pecados das finanças parte 1

Os 7 pecados das finanças parte 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *