Sem categoria

A importância da psicologia de trading

Psicologia de Trading

Conter a emoção e exercer a disciplina são a chave para fazer dinheiro

Existem muitas habilidades necessárias para que os traders sejam bem-sucedidos nos mercados financeiros – a capacidade de entender os fundamentos de uma empresa e a capacidade de determinar a direção da tendência de uma ação são dois deles. Mas nenhuma dessas habilidades técnicas é tão importante quanto a mentalidade de um trader: a capacidade de conter emoções, pensar rapidamente e exercitar a disciplina – o que poderíamos chamar de psicologia de trading.

O aspecto psicológico do trading é extremamente importante. Os traders muitas vezes têm que pensar rápido e tomar decisões rápidas, entrando e saindo de ações a curto prazo. Para conseguir isso, eles precisam de uma certa presença de espírito. Também, por extensão, precisam de disciplina, de modo que ficarão com os planos de trading previamente estabelecidos e saberão quando registrar os lucros e as perdas. Emoções simplesmente não podem atrapalhar.

Psicologia de trading: Entendendo o medo

Quando um trader recebe uma má notícia sobre uma determinada ação ou o mercado em geral, não é incomum ficar com medo. Ele pode reagir de forma exagerada e se sentir obrigado a liquidar suas participações e a fazer saques ou a se abster de assumir qualquer risco. Se fizer isso, pode evitar algumas perdas, mas também pode perder muitos ganhos. Aí entra a psicologia de trading e a necessidade de entender o medo.

Os traders precisam entender o que é o medo: uma reação natural ao que eles percebem como uma ameaça – nesse caso, para seu lucro ou potencial para ganhar dinheiro. Quantificar o medo pode ajudar, e os traders devem considerar ponderar sobre o que têm medo e por que têm medo disso.

Ponderando antecipadamente sobre essa questão e sabendo como eles podem reagir ou perceber certas coisas instintivamente, um profissional pode esperar isolar e identificar esses sentimentos durante uma sessão de trading e, então, tentar se concentrar em superar a resposta emocional. Claro, isso não é fácil e pode exigir prática, mas é necessário para a saúde do portfólio de um investidor.

Psicologia de trading: Superando a ganância

Há um velho ditado em Wall Street dizendo que “porcos são abatidos”. Este ditado refere-se a investidores gananciosos que se apegam a posições vencedoras por muito tempo, tentando conseguir o último tique-taque. Ganância pode ser devastadora para retornos porque um trader sempre corre o risco de ter uma reversão de tendência e perder ganhos.

A ganância não é fácil de superar. Muitas vezes, é baseado em um instinto para tentar fazer melhor, para tentar obter um pouco mais. Um trader deve aprender a reconhecer esse instinto e desenvolver um plano de trading baseado em decisões de negócios racionais, não em caprichos emocionais ou instintos potencialmente prejudiciais.

Definindo regras

Para colocar a cabeça no lugar certo antes que eles sintam a crise psicológica, os traders precisam criar regras. Eles devem estabelecer diretrizes baseadas em sua tolerância ao risco-retorno para quando entrarem em um trade e sair dele – seja por meio de uma meta de lucro ou de um stop loss – para tirar a emoção da equação. Além disso, um trader pode decidir que, na sequência de certos desenvolvimentos, tais como ganhos específicos positivos ou negativos ou notícias macroeconômicas, ele ou ela irá comprar ou vender um título ou ação.

Para um trader pode ser sábio se considerar estabelecer limites para o valor que está disposto a ganhar ou perder em um dia. Se a meta de lucro for atingida, ele pega o dinheiro e corre, e se os negócios perdidos atingirem um limite predeterminado, ele dobra a barraca e vai para casa, impedindo novas perdas e vivendo para negociar outro dia.

Fazendo pesquisa e revisão

Os traders devem aprender o máximo que puderem sobre sua área de interesse, educando-se e, se possível, indo a seminários de trading e participando de eventos da área. Além disso, faz sentido planejar e dedicar o máximo de tempo possível ao processo de pesquisa. Isso significa estudar gráficos, falar com a gerência (se aplicável), ler periódicos de negócios ou fazer outros trabalhos em segundo plano (como análise macroeconômica ou análise do setor), de modo a estar em dia quando o pregão começar. O conhecimento pode ajudar um profissional a superar o medo, por isso é uma ferramenta útil.

Além disso, é importante que os traders permaneçam flexíveis e considerem experimentar novos instrumentos de tempos em tempos. Por exemplo, eles podem considerar o uso de opções para reduzir o risco ou definir perdas de parada em locais diferentes. Uma das melhores maneiras que um profissional pode aprender é experimentando (dentro da razão). Essa experiência também pode ajudar a reduzir influências emocionais.

Finalmente, os traders devem avaliar periodicamente seu desempenho. Além de revisar seus retornos e posições individuais, os traders devem refletir sobre como se prepararam para um pregão, como estão atualizados nos mercados e como estão progredindo em termos de educação continuada, entre outras coisas. Essa avaliação periódica pode ajudar um profissional a corrigir erros e mudar maus hábitos, o que pode ajudar a melhorar seus retornos gerais.

Embora seja importante para um trader poder ler um balanço ou um gráfico, há um componente psicológico no trading que não deve ser negligenciado. Estar ciente de como o medo e a ganância podem impactar as negociações, exercendo a disciplina, desenvolvendo regras comerciais, experimentando e uma auto-revisão periódica são cruciais para o sucesso do profissional. Aplicando essas regras da psicologia de trading, você terá muito sucesso no mercado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *